Follow by Email / Siga por email

quarta-feira, maio 28, 2008

Palestra “Contos que Curam” 6 e 21 de Junho / Workshop Narração de Desenvolvimento Interior


http://chokurei.org/
Contos que Curam - A Palestra Pública sexta feira 6 de Junho
Narração e Desenvolvimento Interior
A Busca Interior… Sábado 21 de Junho


Nesta busca de um novo "modus vivendi" é que entra toda a proposta deste Workshop, onde cada participante pode contar com as mais variadas formas de reencontrar o equilíbrio. O que está a faltar para muitas pessoas é um novo método para a implementação da mudança. Antes as pessoas preocupavam-se muito mais com a inteligência intelectual que sabemos também ser muito importante. Depois veio a inteligência emocional. Mas temos a inteligência orgânica que ainda não foi trabalhada e é o que as empresas buscam cada vez mais… Inteligência orgânica, é a capacidade de acção movida por impulsos intuitivos. E a proposta de actuação na inteligência orgânica é exactamente através de trabalhos de expressão como os que são desenvolvidos pela formadora. Tais como:

Através da música como inspiração no processo de criação de histórias, da escrita e do contar de histórias, da consciência postural, pintura, dança. Todos eles inseridos em dinâmicas ao longo da Formação. Todas estas dinâmicas são trabalhos nos quais cada participante experimenta em si mesmo o despertar das suas capacidades.

Só através do experimentar o Ser pode crescer e dar de si próprio o melhor que tem no seu Interior. Aumentando a vontade e a sua dinâmica no desempenho da sua profissão, assim como uma melhor auto-estima.

O mais importante que resultará de toda a formação será o auto - conhecimento, quebrando o velho conceito de que "já sou alguma coisa". E isso pode ser conseguido com o que a pessoa se identificar melhor. Através da arte de expressão, das práticas energéticas (exercícios de respiração, relaxamento, alongamento), consciência postural (consciência da estrutura e do equipamento – o corpo tem um potencial enorme de capacidades, técnicas posturais), entre outras actividades, como trabalho de orientação vocacional tanto para jovens quanto para profissionais que procuram reposicionar as suas carreiras. E a si mesmos…

1 comentário:

Paula Raposo disse...

Deve ser extremamente interessante. Muitos beijos, Ilda.