Follow by Email / Siga por email

quinta-feira, maio 31, 2007

Um Prémio !

http://blogcomtomates.blogspot.com/
Fui nomeada por uma Irmã do blog:
http://no-silencio-das-palavras.blogspot.com/
entre blog's com o prémio, não esperava...
Uma coisa eu sei...
Continuarei a Ser eu Mesma nesta descoberta constante, neste Mundo em constante Crescimento.
Nas Histórias e nas Poesias encontrei esse Ser Único que se expressa até ao Infinito...

Então aqui vai a minha nomeação a cinco que entre outros despertaram em mim algo diferente.
Todos os blog's que vi até agora tem muita qualidade e muita inspiração. Escolhi entre eles 5 diferentes.
Perdoem-me ou ostros mas aqui vai...
http://momentosdeluar.blogspot.com/
http://hortadamila.blogspot.com/
http://paularaposo.blogspot.com/
http://luissousareflexosdaalma.blogspot.com/
http://encontrosluminosos.blogspot.com/
Os Blog's premiados deverão, por sua vez, nomear outros cinco para receber o prémio e ir ao blog original e dizer que o receberam.



De Boca a Boca...

www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net/
É de interesse usar uma voz que fala desde um lugar. Essa voz é, simultaneamente, uma fala sobre este ou outro lugar, sobre o sujeito que fala, seus grupos, sua rede de relações e sobre a sociedade. É uma fala histórica, que dialoga com outras vozes: Com a voz do pesquisador, com as "culturas" a que este pertence, sua classe social e gênero, por exemplo, com sua própria história, e com inúmeras outras instâncias, cujas determinações nem sempre podemos traduzir. Na confluência destes diversos "lugares" e a partir de um conjunto particular de vivências. Diferencia-se do que é colectivo, plural, generalizável e, ao mesmo tempo, identificando, fazendo parte, reflectindo, sendo justificado por ele. Nesta relação revelam-se as múltiplas determinações que constróem o sujeito e o seu contexto, inseparáveis e indispensáveis.
A subjetividade do sujeito coloca-se face às objetividades do seu contexto social ou então, numa nova perspectiva, a vivência concreta de um sujeito específico, face às possibilidades de um universo cultural mais amplo, no qual se insere e dele incorpora significados. Dessa lente, que vai do foco ao panorama e vice-versa, Criança - Idoso poderemos contemplar sistemas diferentes e ao mesmo tempo similares, nos quais podemos observar as dimensões "micro" e "macro", em seus mútuos reflexos, e assim aproximarmo-nos de "compreensões". E construir uma Sociedade melhor...

Assim é desde tempos imemoriais, encontramos a arte da memória como veículo de comunicação de Saberes, Vivências, Crenças e Valores; sendo a transmissão uma Esperança que objectiva o prepetuar a marca de um Tempo, uma Época, de uma Geração, de uma Vida...
De Boca em Boca as Histórias caminham como memória Viva de um Povo...de uma Humanidade.


Uma História com a Mariza em Oeiras

www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net/
O nosso dia a dia é repleto de momentos intensos que completam a nossa Vida e o nosso Interior. Pois bem amigos recordo um desses momentos lindos. Alguns anos a trás Mariza a Grande Cantora de Alma veio às Festas de Oeiras para Realizar um Concerto. Fui junto com os meus três lindos filhos, uma amiga e seus dois filhos que amo demais também.
Estavamos a entrar no Jardim quando o carro onde ia Mariza passou por Nós. Lá Dentro imensas pessoas a esperavam. Tinha ouvido falar sobre Mariza mas confesso que pouco sabia desta Grande Senhora. Mas digo-vos sua Alma Intensa que sabia muito bem expressar-se através de um Canto Profundo e Intenso fundido através de Poesias enterligadas com Músicas escolhidas a dedo...Fizeram deste momento um Momento Eterno tanto para mim como para todos nós. As Crianças estavam Encantadas e Nós também. O Público esse estava também envolvido por essa Esfera mágica. No Regresso a casa de novo as crianças deram conta que Mariza tinha passado de novo por nós em seu Carro.
Porque deixo este momento aqui em Partilha, deixo-o porque ele me tocou...assim como eu me senti neste dia...creio também lembrar outros lugares e Seres que
passaram por algo parecido em conjunto comigo de quando Partilho Histórias em acções...
Mas é a Ti Mariza que dedico este momento de Homenagem, porque bem o mereces. Num Desejo de em Breve de novo voltar a ver-te...
Também Tu de certa forma Partilhas Histórias.
Bem Hajas Mariza entre outros Seres que Realizam seus momentos com Alma Grande.
Deixo aqui para todos que vêem a esta casa de Histórias, um dos Poemas que escutei cantado por Mariza.

Cavaleiro Monge


Do vale à montanha
Da montanha ao monte
Cavalo de sombra
Cavaleiro monge
Por casas, por prados
Por quinta e por fonte
Caminhais aliados .

Do vale à montanha
Da montanha ao monte
Cavalo de sombra
Cavaleiro monge
Por penhascos pretos
Atrás e defronte
Caminhais secretos .

Do vale à montanha
Da montanha ao monte
Cavalo de sombra
Cavaleiro monge
Por ínvios caminhos
Por rios sem ponte
Caminhos sozinhos
Caminhais libertos .

Do vale à montanha
Da montanha ao monte
Cavalo de sombra
Cavaleiro monge
Por quanto é sem fim
Sem ninguém que o conte
Caminhais em mim.

Fernando Pessoa

segunda-feira, maio 28, 2007

Entrevista dada ao Cyberjornal


Queridos vesitantes Amigos do Conto, da Criança e da Partilha já está disponivél a entrevista que dei para o cyberjornal. no link que deixo em baixo poderão consultar...
Obrigado pela vossa presença Amigos.

sábado, maio 26, 2007

Surpresa!!!

Caros vesitantes deste blog!!
*Venho aqui para grande surpresa da minha mami!!*Venho postar aqui para dizer o que acho da minha mãe e do seu trabalho!!
~> Ao princípio quando a minha mãe começou no mundo de contar historias...não liguei muito...pois tava naquela idade.... contar hitorias? ou mãe isso é pra crianças....bébés...ou para pessoas de um idade mais avançada!!
~> So que enganei-me profundamente...as historias são pra todas as idades....desde bebes...às crianças... adolescentes.... Adultos....assim como os mais velhinhos!! E não podemos esqueçer que existe sempre uma criança dentro de nós...portanto seja a historia para que idade for....sim uma pessoa cresce muda de mentalidade...mas nunca desaparece por completo a criança que existe em si....há sempre aquela curiosidade de saber tudo...encontrar novas "coisas"...ter novas experiencias...encontrar novos lugares!!
*Agora falando da minha mãe...é uma pessoa exepcional.....além de mãe é minha amiga.....preocupasse com qualquer SER, seja ele como for!!
*- Admito que as vezes não lhe dou o devido valor mas Mãe é Mãe.....e tenho muito orgulho na mãe que tenho.....sendo que é lutadora...nunca deciste do que quer...e incentiva-me a fazer o mesmo..ta sempre a dizer NUNCA DESISTAS DO TEU SONHO POR MAIS DIFICIL QUE SEJA!!!
*E agradeço-te mãe todo o apoio que me das......desculpa la a invasão no teu blog!! =) Mas apteceu-me fazer-te uma supresa =D.....Obrigado pela mãe e mulher que és.......
*****Amo-te muito *****
Marlene Oliveira de Jesus

terça-feira, maio 22, 2007

" A Noite em que a noite não chegou "

www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net/

Um dia, mal acordou, a noite foi espreitar pela janela e reparou que já era quase noite.
" Estou atrasada! ", pensou ela ao ver que o Sol já tinha desaparecido e os candeeiros começavam a acender-se.
Mas, nesse dia, ou nessa tarde, ou nessa noite sentia-se muito preguiçosa.
Gostava muito de estar ali, no quentinho dos lençois, mas à noite não podia. Tinha sempre que fazer. Contrariada , deu uma volta e outra volta, desenroscou-se, enroscou-se e pensou lá para consigo: " Estou farta! "
Havia muitas, muitas noites desde o ínicio dos tempos que a noite chegava à hora certa sem faltar um só dia. " E tudo isto para quê? ", perguntou ela de si para si, " Só para que o vaidoso do Sol possa ir mostrar a sua linda cabeleira dourada ao outro lado do mundo... Hoje, não saio daqui...O Sol que se amanhe! "
...etc...

Assim começa um das Histórias de José Fanha que além de escrever Poesias também escreve Histórias para os mais pequenos e mais crescidos...
Mais um História que gosto de Contar.

Editora : Campo das Letras

quinta-feira, maio 10, 2007

Pensamentos Filosóficos Importantes


Tem pensamentos que marcam nossa Vida. E esse marcar acaba por fazer parte da nossa Personalidade. Por isso escolhi alguns que concerteza dizem muito sobre a Força do Ser Humano...
www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net/

“A beleza das coisas existe na mente que as contempla” David Hume (1711-1776)


“Uma vida sem questionamentos não é digna de ser vivida” Ilda Oliveira


“ Em cada coração há uma janela para outros corações.Eles não estão separados, como dois corpos.Mas, assim como duas lâmpadas que não estão juntas,Sua luz se une num só feixe." (Jalaluddin Rumi)


“ Todo o conhecimento é conhecimento humano” Hegel (1770-1831)

“ O indivíduo é soberano acima de si próprio, acima do seu corpo e da sua mente” John Stuart Mill (1806-1873

“O Tempo é Mestre do Saber.”
Ilda Oliveira

"Se pudéssemos ensinar os homens a falar e as mulheres a ouvir, a vida em sociedade seria muito mais civilizada" (Oscar Wilde)

"Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem." (Karl Kraus)

"A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las". Aristóteles, filósofo grego.

"Devo ter todos os defeitos possíveis, mas faço questão de exercer minhas virtudes." (Tarso de Castro fundador do Pasquim)

quarta-feira, maio 09, 2007

" O Sol vai Ficar Solteiro" José Fanha






Para Ti Amigo...Obrigado Pela Tua Dádiva à Sociedade, à Alma Humana.
Bem Hajas José Fanha. Aqui deixo este Poema que faz parte de um dos Teus Livros da Colecção " Sol e Lua" A Noite em que a noite não chegou.

www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net



Sol e Lua Lua e Sol
tanto querem namorar
dia e noite noite e dia
não se podem encontrar.

Só se vêem no momento
em que um vai o outro vem
dia e noite noite e dia
um aqui o outro além.

Solta o Sol o seu suspiro
desatado fica o nó
dia e noite noite e dia
quando a Lua o deixa só.

Anda o Sol a soletrar
os seus versos mais ardentes
dia e noite noite e dia
se um se apaga o outro acende.

Um daqui outro dali
a brincar aos cin' cantinhos
dia e noite noite e dia
Sol e Lua são sozinhos.

Se um se vai o outro vem
seja Inverno seja Verão
dia e noite noite e dia
Sol e Lua solidão.