Follow by Email / Siga por email

quarta-feira, fevereiro 17, 2016

Condutores do Destino!

www.ashistoriasdailda.no.comunidades.net/

Somos escritores da vida através das nossas páginas internas. 
Tudo o que somos funde-se no meio ambiente tal como nesta foto  e tudo faz parte de um todo.
Cada página registada da nossa experiência fica guardada e jamais poderá ser apagada. 
Mas o final da história é de fato o momento da coração dessas etapas realizadas na vida. 
Que sejamos autênticos condutores de destino! Ler+


Quando  desejamos  ter  um  carro,  primeiro temos de  aprender
o  código  da  estrada,  depois  a  conduzir  e  por  último,  a  ter  algumas
noções gerais da mecânica do carro.
Quando  o  código  da  estrada  foi  criado, tudo aconteceu  de  forma natural e
universal para que todos poderem compreender os mesmos sinais.
Eles  indicam  regras  de  comportamento  na  estrada,  para  que  a
segurança exista entre todos. E para isso são necessárias muitas horas
de empenho.
Somente depois do comprovado o conhecimento sobre os mesmos assim                                       como uma boa condução o certificado será passado.
Aula  após  aula,  exercício  após  exercício  cada  aluno  adquire  mais
conhecimento. E o dia que o aluno pode ter o carro nas mãos chega.
Com o instrutor a seu lado, avançam na estrada.
Eis-nos perante o primeiro momento em que adaptamos o banco e
os espelhos do carro à nossa altura, o bater acelerado do
coração provocado pela primeira aula, e as pequenas conquistas ao
volante. E após um determinado tempo após o esforço lá recebemos o
certificado que nos permite conduzir, e realizar a primeira viagem de
carro a sós ou acompanhados pela família e amigos.
Quem não se lembra deste momento?
Assim é com a vida. Existem certos códigos que são básicos e comuns a
todos, para que possamos interagir, encontrar e comunicar através da
mesma linguagem. Sendo que é também através dela que celebramos
propósitos individuais e coletivos.
Consoante  o  nosso  desempenho,  as  responsabilidades  vão  sendo
maiores ou menores. Tal como o ator desempenha um papel mediante
a sua capacidade de o representar, assim é tudo na vida.
E a vida mostra-nos que existem diferenças na forma dos condutores
conduzirem. Para isso conta o número de horas de condução, a destreza
que cada um tem ao volante, e muitas outras circunstâncias. Mas o
mais importante é o seu senso de civismo e maturidade espiritual, pois
tal irá determinar (ou não) uma melhor condução.
Para  conduzir  é  necessário  que  todos  os  sentidos  estejam  alerta,  e
entre  os  condutores,  existem  alguns  que  desempenham  esse  papel
como se conduzir fosse algo tão natural como respirar, tal a sua prática
e destreza, e fazem-no sem colocar ninguém em perigo.
Tudo é importante para celebrar a nossa aprendizagem.
Que ela seja então celebrada com os valores mais altos que habitam
em nós.
Somos condutores de destino!

Sem comentários: